I’ve been really unhappy with this “My Cats” Series. My main objective was to introduce you to some of the characters that probably will make part of numerous comics, then I decided to create a comic for each one of them and so did I. But as my work and research grew, I realized the comics were too poor to be published separately, and also that I was too attached to the text to each post.

Therefore, I decided to end up this thing by posting four-in-one comics, where I introduce you to four of my cats at a glance. There is only one left behind, that is our very special son Lucifer. He will have his own comic due to his extravagances and strange cutenesses.

During the last weeks, I came up with some ‘extra’ comics, that were posted out of date and out of context. Were specific situations that made me create short and quick stories (the burritos situation and the job interview). I ended up by liking more the extras than the main, so here I leave a promise: my style is very different now.

There is one situation that bothers me a little. I produce work for two or three months. Then my work evolves and I start hating the previous work, that is already on the queue to be posted. It’s an infinite circle, and if I succumb to that, I will never ever have enough comics.

The message here is: conform yourself to what we have now, there are better things coming.

Eu tenho me sentindo frustrada com essa série de comics “Meus Gatos”. Meu objetivo inicial era apresentar-lhes a alguns dos personagens que provavelmente farão parte de muitos dos quadrinhos, e então me ocorreu que eu poderia criar um quadrinho para cada um. Porém, conforme meu trabalho e minha pesquisa desenvolveram, eu percebi que os quadrinhos estavam muito pobres para serem publicados separadamente e também que eu estava muito presa ao texto da postagem.

Então, eu decidi dar um final a série postando um quatro-em-um, de forma que esta semana eu lhes apresento a quatro dos meus gatos de uma vez só. Ficou apenas um para trás, que é nosso gato Lucifer. Ele terá seu próprio quadrinho devido a suas estravagâncias e fofices bizarras.

Nas últimas semanas, eu apareci com alguns comics ‘extras’ fora das datas de postagem e fora de contexto. Foram situações particulares e que me levaram a criar estórias curtas e rápidas (vide a dos burritos e da entrevista de emprego). Eu acabei gostando mais dos extras do que das postagens principais de segunda-feira, e por isso eu deixo aqui minha promessa: meu estilo está mudado.

Tem uma situação me incomodando. Eu deixo dois ou três meses de trabalho pro site adiantado. Aí meu trabalho evolui e eu começo a odiar o trabalho previamente realizado, que já está na fila de postagem. É um ciclo infinito, ao qual não posso sucumbir, se não jamais haverão quadrinhos o suficientes.

A messagem aqui é a seguintchy: se conforme com o que temos agora, coisas melhores virão.